quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Trimegista

És tu, a minha Trimegista!

Por trás de toda grande fortuna
Há sempre um crime!

Você, o anjo que me ensinou
Que me mostrou
A outra face do mundo

A face que me doa prazer
Pois você, minha perfeita
É o anjo mais belo da terra

Exalto e venero
Por que eu tenho a minha fortuna


Nenhum comentário: