terça-feira, 1 de novembro de 2011

Quadro

A porta está aberta. No quadro, na parede, está escrito alguma equações e soluções. Do outro lado há os problemas a resolver. Temos horários, mas não será cumprido; não ainda hoje. O mestre faz anotações e pede silêncio; o barulho atrapalha a concentração. Como? O barulho não é apalpável... A concentração também não. Será que o que não é apalpável influencia apenas aquilo que também não é apalpável? Não sei, continuemos a descrição.

Acima do verde, que antigamente era chamado de negro, há uma estaca pregada; com um homem pregado. Tudo isso no meio do branco.

Nenhum comentário: