quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Revolta do Ego


Ausente do tráfego. Morremos no dia a dia. Vale mais o silêncio às conversas com animais de duas patas. Vale mais a caneta à enxada. Sou sujo, você também. A diferença é que enquanto você inveja, eu lastimo. Modéstia é hipocrisia, meu amigo.

É melhor reinar entre os idiotas a servir os poderosos? Eu não sei. Eu não quero. Dependência é morte lenta e tortuosa.

Jogo palavras ao vento enquanto o terror anda ao meu lado. Não há outra opção quando se é apenas um mortal. E você? Tem muito medo daquilo que conforta. Pobre miserável. Deveria agradecer por um dia ser aniquilado. É uma generosidade prestada aos semelhantes. 

Nenhum comentário: