terça-feira, 13 de setembro de 2011

Esconderijos

As pessoas se escondem nas sombras do dia a dia
Nesses olhos lacrimejantes escondem uma mentira
Na rua mil faces o seduz
Atrás das faces uma caveira lubrificada pela pus

Na criação há uma vara disfarçada de moral
Na infância um domador adestra a criança
A sordidez desprezível despreza a feiura
Decência significa seguir um manual
Como se não fosse a feiura
Como se fosse a beleza

Nenhum comentário: