domingo, 12 de junho de 2011

Perdão

Na luz, na luz. Deixe-me entrar na sua luz. Não sei onde estará amanhã. É claro que tudo estará perdido. Deus também falhou, por que eu não posso? 

Peço perdão todas as noites. Fui mal e fiz mal. E me senti mal. Perdão, sempre pela arrogância. Perdão por enxergar inveja nos outros olhos. Desculpe-me por desejar dor aos outros e a mim mesmo.

Me faça sentir vivo. Perdão pelas mentiras e pelas covardias.

Nenhum comentário: