quarta-feira, 15 de junho de 2011

Cavalo Escuro

Montamos em um cavalo escuro
Para cavalgarmos por aí, sem rumo
Trilhando pedras, subindo serras
Nadando em lagos, cortando florestas

Era um cavalo escuro
Mandado para nós do futuro
Acompanhou o general nas guerras
Trotou por cima de homens e feras

Deram-nos um dia um cavalo escuro
Ele conseguia saltar qualquer muro
Acomodou os deuses por várias eras
Seus dentes eram de notas e moedas.

Nenhum comentário: