quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Nada para Você


Nada para você
Tudo para mim
É assim que penso
É assim que faço

Você quer
Eu também quero
E quando eu quero
Eu não divido

Mas se você chorar
Talvez, eu não prometo
Eu posso entregar

Nada para você
Tudo para mim
É assim que penso
É assim que faço

Nenhum comentário: